Exemplo de um Orçamento - introdução


Neste exemplo, é estimado que a Despesa deverá ser de 5.826,16R$. Levando em conta:

  • uma inflação de 2%,
  • um investimento em lâmpadas econômicas,
  • o retorno desse mesmo investimento neste ano,
  • um reforço da poupança pretendida na ordem dos 3.000R$.

Para atingir este objetivo, as cotas têm de ser aumentadas em 5.826,16 - 3.300.00R$, o que corresponde a um aumento de 76,55%.

As cotas deverão, então, ser aumentadas em 76,55%.

O orçamento


Orçamento para o ano n+1

Receita esperada Despesa esperada
Ano cessante (n) Ano seguinte(n+1)
Cota Atual (M) Total anual (x12) Cota a propor (M*(1+A)) Receita resultante (x12)
Fração A 23,00 R$ 276,00 R$ 40,61 R$ 487,28 R$ Despesas correntes (DC) 2.966,82 R$
Fração B 23,00 R$ 276,00 R$ 40,61 R$ 487,28 R$ Inflação esperada (I*(CC)) 59,34 R$
Fração C 25,50 R$ 306,00 R$ 45,02 R$ 540,24 R$
Fração D 23,00 R$ 276,00 R$ 40,61 R$ 487,28 R$ Poupança(1) (P) 3.000,00 R$
Fração E 25,50 R$ 306,00 R$ 45,02 R$ 540,24 R$ Reforço da conta corrente(1) (CC) 0,00 R$
Fração F 25,50 R$ 306,00 R$ 45,02 R$ 540,24 R$
Fração G 24,00 R$ 288,00 R$ 42,37 R$ 508,46 R$ Iluminação – LEDs 350,00 R$
Fração H 26,50 R$ 318,00 R$ 46,79 R$ 561,43 R$ Poupança luz devido LEDs -550,00 R$
Fração I 26,50 R$ 318,00 R$ 46,79 R$ 561,43 R$
Fração J 25,00 R$ 300,00 R$ 44,14 R$ 529,65 R$
Fração L 27,50 R$ 330,00 R$ 48,55 R$ 582,62 R$
Total da receita 3.300,00 R$ 5.826,16 R$ (TRE) Total da despesa (TDE) 5.826,16 R$
Considerações
Inflação esperada para o ano seguinte (I) 2,00%
Diferença (TRE-TDE) -2.526,16 R$
Aumento em percentagem(A=TDE/TRE-1) 76,55%
Validação (TRE-TDE. Se os cálculos estão corretos o valor é zero) 0,00 R$

Explicação do orçamento


 

O Orçamento consiste, essencialmente, em estimar o valor das cotas para o próximo ano.

Primeiro, há que estimar o total de despesas previstas para o próximo ano.

Tipicamente, deverá ser considerado o seguinte:

  • O Resultado Corrente (ver Balancete)

    Se o Resultado Corrente foi positivo significa que, com as receitas correntes é possível cobrir no mínimo as despesas correntes. Se negativo, então, significa que é necessário aumentar as receitas, ou seja, as Cotas.

    O Resultado Corrente não inclui Despesas Extraordinárias nem Receitas Extraordinárias. Assim, este Resultado é melhor que o Resultado do Exercício para estimar o orçamento, pois:

    • Despesas de Manutenção acauteladas pelo Fundo de Reserva como pintura, (ver Fundo de reserva) , deverão ser pagas da Conta Bancária do Fundo de Reserva e, por isso, não deverão constar no orçamento. Deve, no entanto, constar no orçamento o montante da contribuição anual para o Fundo de Reserva.

    • Qualquer reparação não acautelada pelo Fundo de Reserva que ocorra no ano corrente é considerada uma despesa extraordinária e como tal não se espera que ela se repita no próximo ano. Poderá ser paga do fundo de reserva ou do orçamento. Se for paga do fundo de reserva poderá ser necessário rever o valor da contribuição para o Fundo para os próximos anos.

  • Manutenção da propriedade comum 
    Por exemplo, a pintura é necessária ao fim de 10 anos e esta custa 30.000 euros. Para se preparar para essa despesa, os condôminos devem poupar 10% de 30.000 euros todos os Anos. O plano de poupança deve cobrir toda a manutenção requerida, incluindo elevadores, portas automáticas, pintura interior e exterior, substituição de canos, etc. (ver Fundo de Reserva) .

  • Inflação
    Para chegar ao valor total das despesas esperadas pondere que fatores são relevantes para o seu caso. Na folha de cálculo fornecida neste site, preencha o valor de cada fator considerado na respectiva célula. Com a soma de todas as despesas teremos o Total da Despesa esperada.

Segundo, calcular o valor das cotas.

Sabendo a despesa esperada, é preciso dividir esta por todos os Condôminos.

Se todos pagam o mesmo valor, então, o valor da cota deverá ser: Total de despesa / 12 meses / número de frações.

Normalmente cada Condómino paga uma Cota no valor proporcional à sua parte do edifício. Neste caso, o valor da Cota de uma Fração é: Total da Despesa Esperada * (razão da fração) / 12 meses.

A razão da fração não é mais que o valor da permilagem da fração dividido pelo total das permilagens de todas as frações.

Preencha a coluna "Cota a Propor" na Folha de Cálculo fornecida e verifique se o campo validação apresenta Zero. Este campo calcula a diferença entre o Total da Despesa Esperada menos o Total da Receita Esperada.